Dicas para conter gastos com cartão de crédito


Nos dias de hoje, estamos de olho nas férias, seja porque vamos embora daqui a alguns dias ou, melhor ainda, porque já estamos gostando deles. É o período de férias mais longo do ano para a maioria dos espanhóis, uma pausa no trabalho que dedicaremos a descansar, sair mais, escapar alguns dias ou nos dar um capricho e, é claro, tudo isso significa uma despesa maior.

Seguindo o conselho do bom poupador, como os de poupança gerúndio, é muito possível que tenhamos uma quantia economizada para essas datas. Além disso, sempre temos o nosso amado e, ao mesmo tempo, tememos o cartão de crédito pronto para nos ajudar.



Quebrando o mito de que os cartões de crédito servem apenas para gastar mais, já vimos seus usos de poupança. No entanto, nas férias, o uso mais frequente é pagar com seu crédito, porque queremos aproveitar ao máximo esse tempo de lazer. E isso implica um custo que nem sempre podemos suportar com a poupança ou o cofrinho para o verão.

Quantificando os gastos extras em férias

É uma realidade que estamos mais caros no momento, conforme refletido na Pesquisa gastam mais de 2.500 em férias de verão e, em média, os espanhóis gastam 977 euros. E não usaremos tudo em viagens, mas as despesas mais frequentes neste estudo são, nesta ordem: comer em restaurantes, ir ao cinema, fazer compras e, em quarto lugar.

Com foco nas viagens, passamos aos dados do estudo de tendências de verão do Tripadvisor, onde é revelado que 15% dos espanhóis que viajam têm um orçamento de 1.001 a 1.500, 14% está entre 501 e 800 e 13% gastarão mais de 3.000.



Dicas para conter gastos com cartão de crédito

É fato que os cartões estão presentes nas viagens. Segundo a Mastercard, 96% dos entrevistados tiram os cartões de férias e 37% os usam diariamente. Por seu turno, os dados da Visa indicam que 35% dos espanhóis que viajam para o exterior planejam usar seu cartão na maioria dos pagamentos.

De qualquer forma, não devemos esquecer que, depois do feriado, em breve estaremos em setembro e, com ele, a temida cobrança do cartão de crédito correspondente ao mês de agosto. Para evitar sustos em nossas finanças pessoais quando chegar setembro, as seguintes dicas podem ser úteis:

Revise nossa demonstração financeira: orçamento para férias sem crédito

Como se quebrássemos o cofrinho e contássemos as moedas, antes de iniciar as férias, é fundamental olhar para as contas bancárias, verificar a disponível e quando teremos os próximos encargos e pagamentos. Dessa forma, podemos estimar facilmente nosso orçamento.

Orçamento + cartões de crédito?

Esse orçamento seria maior se incluirmos o crédito dos cartões no orçamento para os feriados. Mas não esqueçamos que esse acréscimo teremos que pagar no próximo pagamento mensal, no início de setembro. Ou, em vez de pagá-lo no dia estabelecido pelo banco, também poderíamos adiá-lo, embora precisássemos assumir a taxa de juros correspondente.

Nós modificamos o limite?

É possível alterar o limite do cartão de crédito, solicitando à nossa entidade que o reduza, para melhor ajustar a despesa e não exceder o próximo recebimento. Outras vezes, você pode querer expandi-lo, como no caso de alugar um veículo, se precisarmos de um depósito superior ao limite que concedemos.

A melhor opção: controlar gastos

Considerando que decidimos recorrer a cartões de crédito, é essencial controlar quanto gastamos durante as férias. Existem aplicativos de controle de custos para smartphones muito úteis. Ao entrar na App Store ou no Google Play, encontramos muitas alternativas. É tão simples quanto, uma vez instalado o que mais gostamos, comece a criar categorias e registrar despesas.

O mais útil e confortável: verificar extrato do cartão

Embora a opção anterior seja a que melhor nos permita ajustar ao nosso orçamento, é tedioso registrar cada despesa e podemos acabar saindo logo depois. Além disso, é comum ter mais de um cartão de crédito, com limites diferentes. Às vezes, recebemos dinheiro e pagamos com isso, às vezes usamos cartões de débito, às vezes cartões de crédito; Alguns pagamentos são adiados, outros não ... parece que vamos remediar a falta de controle sobre as despesas. Como saber em todos os momentos quanto gastamos e quanto nos resta para aproveitar o resto das férias?

A tecnologia nos ajuda novamente: os bancos têm aplicativos para iOS e Android, onde você pode verificar instantaneamente a disponibilidade de nossas contas e o trecho das operações com os cartões.




Dicas para conter gastos com cartão de crédito Dicas para conter gastos com cartão de crédito Reviewed by Web Cell Finanças on outubro 24, 2019 Rating: 5